Topo

Pesquisa escolar

Geopolítica


Geopolítica -

Cretáceo: um Tyrannosaurus rex olha em volta, sonda o ar e pensa: "Está esfriando. Sobreviveremos?". Não sobreviveram.

Holoceno: um Homo sapiens sapiens olha em volta, sonda o ar e pensa: "Está esquentando. Sobreviveremos?". Talvez.

Costumamos crer que catástrofes ambientais sejam as grandes culpadas pela extinção de espécies na história da Terra.

Vítima do clima. É esse, portanto, o destino do homem?

Se for, pelo menos um aspecto nos diferencia dos seres inferiores do passado: seremos suicidas.

Dos problemas ambientais conhecidos, só há unanimidade entre ambientalistas, cientistas e políticos quanto ao aquecimento global.

O efeito estufa é um fenômeno natural que permite que a temperatura média da superfície da Terra seja em média de 15C, não de 20C. Logo o problema não é o efeito estufa.

O problema é a intensa emissão de gases estufa (CO2; CH4; NO2; perfluorcarbonos, PFCs; hidrofluorcarbonetos, HFCs, estes substitutos do CFC e hexafluoreto de enxofre) iniciada pela Revolução Industrial no século 18.

Estima-se que, nos últimos 25 anos, a temperatura superficial do planeta tenha subido 0,5C e que até 2100 venha a subir até 6C em alguns locais do mundo.

Poderia haver retração de geleiras, modificação nos padrões de seca e chuva (com o aumento da umidade em regiões de altas latitudes e secas nas áreas de baixas e médias latitudes, com consequências na atividade agrícola), aumento da população de insetos e proliferação de doenças, derretimento de calotas polares e elevação do nível do mar entre 50 cm e 95 cm (com as inevitáveis inundações e submersão de extensas faixas costeiras).

O Protocolo de Kyoto foi assinado em 1997 para evitar que o quadro acima exposto viesse a tornar-se realidade. Entre 2002 e 2012, os signatários devem reduzir em 5,2% a emissão de gases estufa.

O desejo de preservar a humanidade foi, porém, superado pelas prioridades políticas e econômicas: na 6ª Conferência sobre o Clima, acontecida em novembro passado em Haia, a Águia Ruim (e não Rui, a Águia) não ratificou o Protocolo de Kyoto.

Os EUA, responsáveis por 25% do CO2 lançado ao ar, não irão gastar bilhões de dólares para redefinir sua política industrial, energética e de combustíveis. Para que reduzir a emissão de gases, se o mundo pobre possui florestas e a Europa Ocidental está disposta a fazer isso?

Não somos suicidas, eles são "homicínicos".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Geopolítica