Unesp

Soneto parnasiano e CO2 em inglês exigiram mais do candidato na Unesp

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

  • Wikimedia Commons

    Escritor brasileiro Raimundo Correia (1859-1911)

    Escritor brasileiro Raimundo Correia (1859-1911)

A segunda prova da segunda fase do vestibular da Unesp (Universidade Estadual Paulista) foi considerada equilibrada pelos professores ouvidos pelo UOL.

Com muita interpretação de texto, os professores foram unânimes ao afirmar que o candidato acostumado a questões menos objetivas e mais interpretativas não encontrou grandes dificuldades em realizar o exame.

Mas algumas questões chamaram atenção por terem sido consideradas mais "desafiadoras", como classificou Viviani Xanthakos, professora de português do Objetivo.

Logo na pergunta de abertura, o candidato se deparou com o soneto parnasiano "Anoitecer", de Raimundo Correia. Era pedido para que o estudante colocasse os três primeiros períodos na ordem direta e, segundo ela, isso pode ter confundido a cabeça do candidato.

"Era uma questão que exigia uma capacidade boa de interpretação do texto por parte do candidato. Era um soneto quebrado e ele tinha que reescrever da ordem indireta para a ordem direta", explicou.

Para Simone Motta, coordenadora de Português do Etapa, além da capacidade de interpretar, o candidato precisava saber primeiro a nomenclatura.

"Teve questão que discutiu a ordem direta e indireta da frase, e outra que fala sobre antítese. É fácil de apontar se ele [o candidato] conhecer a que se refere essa nomenclatura. A Unesp não vai perguntar o que é ordem direta ou indireta, ela parte do pressuposto de que isso é uma informação adquirida e a partir desse conhecimento ela faz as perguntas", explica.

Mas para Motta, esse não é um "conhecimento sofisticado". "Todo mundo aprende na escola", afirmou.

Leia também:

Ciências da natureza em prova de inglês

Na prova de inglês, uma questão foi considerada mais complicada por Cristina Armaganijan, professora do idioma do Objetivo. Ela pedia que o candidato citasse duas características atribuídas ao dióxido de carbono por um texto em inglês, que abordava mudanças climáticas.

"Essa questão requeria um vocabulário mais complexo, o candidato tinha que saber a tradução das duas características. Precisou se ater mais, ler com mais atenção", disse.

Apesar de trazer um texto tirado do site da Nasa (agência espacial norte-americana), o coordenador pedagógico do Etapa, Marcelo Dias, afirmou que todos os professores de inglês do cursinho avaliaram como fácil a prova.

"O comentário geral dos professores foi de que foi uma das provas mais fáceis que eles já viram, com vocabulário fácil. É um tema que está na mídia, com perguntas diretas. O texto não foi grande. A prova foi notadamente mais fácil este ano em comparação com anos anteriores", disse.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos