PUBLICIDADE
Topo

Vestibular

Fuvest: Jovem larga engenharia e é aprovado em cinco faculdades de medicina

Kayo Medeiros foi aprovado em medicina na Fuvest 2015 - Junior Lago/UOL
Kayo Medeiros foi aprovado em medicina na Fuvest 2015 Imagem: Junior Lago/UOL

Lucas Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

30/01/2015 14h56

Após terminar o ensino médio, Kayo Medeiros, 19, começou a cursar engenharia naval na Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo). Quando percebeu que o curso não era o que queria, ele não teve dúvidas em mudar de rumo. E começou a estudar para medicina.

Agora, veio a recompensa: um ano depois, ele foi aprovado em cinco universidades públicas na disputada carreira.

“Foi um estudo sério, não é fácil. Você tem que abdicar de muita coisa. Mas se você fizer direito e focar, você passa”, afirma. “Não cheguei a me estourar de estudar. Ficava entre 4 e 5 horas por dia, fora o cursinho. Mas tirava um dia para descansar e estudar menos.”

Kayo é ex-aluno de escola pública. Cursava o ensino médio em uma escola na Penha. Agora foi aprovado em medicina na Fuvest, na Unesp (Universidade Estadual de São Paulo), na Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto), na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Ele aconselha os futuros vestibulandos a focarem nas provas antigas. “É fundamental. As questões do terceiro dia de física da Fuvest, por exemplo, são sempre muito parecidas. Então é o mesmo conteúdo, só que com uma abordagem diferente”, analisa.

A rotina de estudos era puxada. Kayo chegava ao cursinho na parte da manhã e só saía à noite. Resolvia várias questões por dia, o que para ele foi um diferencial. “Você não pode parar naquele exercício mais difícil. Tem que ir tentando. É preciso ter um esforço a mais para passar em medicina. Você tem que dominar tudo”, aconselha.

Mãe de Kayo, Sandra Medeiros, 45, estava junto com o filho na festa dos aprovados no cursinho Objetivo, na região da Paulista. “É muita felicidade. É a realização de um sonho”, afirma.

Quando o filho lhe disse que queria sair da Poli para tentar prestar medicina, a reação dela foi a melhor possível. “Ele ficou preocupado porque teria que começar tudo de novo, mas a família apoiou e eu disse que não importava, que se ele fizesse o que ele gostava, iria ser feliz. Quem é feliz no que faz, é bem sucedido”, acredita.

Fuvest 2015

A lista de aprovados em primeira chamada na Fuvest 2015 já pode ser consultada. A matrícula online deve acontecer nos dias 3 e 4 de fevereiro para a confirmação do interesse pela vaga.

Mesmo efetuando a matrícula pelo site, é obrigatório o comparecimento para a matrícula presencial, prevista para os dias 11 e 12 de fevereiro, juntamente com os convocados em segunda chamada, com divulgação prevista para 6 de fevereiro, e terceira chamada, programada para 9 de fevereiro.

Vestibular