Geografia

Paisagem brasileira é heterogênea

Eder Melgar*

Especial para a Folha de S. Paulo

Uma maneira interessante e rápida de os vestibulandos revisarem as principais características das grandes paisagens naturais do Brasil é estudar a partir dos domínios morfoclimáticos.

Esses domínios correspondem a áreas com relativa homogeneidade no quadro natural composto pelo relevo, pelo clima, pela vegetação e pela hidrografia. É muito importante observar que as paisagens não são homogêneas, podendo ocorrer, por exemplo, mais de uma vegetação em um mesmo tipo de relevo. Ainda assim, é possível fazer uma síntese do quadro natural do país em seis grandes domínios.

As perguntas de vestibulares costumam questionar também o modo como essas áreas foram e são transformadas pela ação antrópica (do homem).

Vamos revisar os domínios brasileiros e tratar um pouco da localização original de cada um deles.

O domínio do cerrado ocorre principalmente na região Centro-Oeste, no entanto está presente também nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste, em suas porções limítrofes com o Brasil central.

Na região Norte, prevalece o domínio amazônico, que também está presente no Centro-Oeste (no norte de Mato Grosso) e no Nordeste (no oeste do Estado do Maranhão).

O domínio das caatingas, que é relativo ao sertão nordestino, também aparece do norte de Minas Gerais, no Sudeste.

O domínio das araucárias está presente predominantemente nas partes mais altas da região Sul.

O domínio dos mares de morros é a característica da porção mais próxima ao litoral do país e se interioriza um pouco mais na região Sudeste.

Na porção meridional do Estado do Rio Grande do Sul, está a maior ocorrência do domínio das pradarias no país.

Nas próximas semanas, vamos revisar as características de todos esses domínios.

Eder Melgar*

Especial para a Folha de S. Paulo

UOL Cursos Online

Todos os cursos