PUBLICIDADE
Topo

Biologia

Biologia -

As plantas são organismos que se originaram de algas verdes (Reino Protista), sendo a semelhança entre as suas clorofilas (a e b) o fator indicativo disso. Entretanto, se pararmos para pensar um pouco, vamos ver que as algas representam um grupo eminentemente aquático, enquanto as plantas, de modo geral, estão mais bem representadas no meio terrestre.

Ou seja, em um dado momento, houve uma transição do meio aquático para o terrestre, levando a inúmeras adaptações por parte dos vegetais. Um fator óbvio associado a essa passagem é a menor disponibilidade de água no meio terrestre. Em razão disso, foram selecionados mecanismos para evitar a perda de água entre as plantas, como a cutícula de cera que envolve principalmente as folhas, tornando-as impermeáveis, e os estômatos, estruturas responsáveis pelo controle de entrada e saída de gases e de água pelas folhas.

Outras estruturas importantes são as raízes - para a ancoragem e a absorção de água e nutrientes do solo - e o caule - para a sustentação (antes provida pela água, mais densa, na qual as algas estão imersas).

Na reprodução, também temos agora meios que independem da água para o "trânsito" dos gametas, associado a um sistema de dispersão por meio de sementes.

Na classificação dos vegetais, observamos a influência dessa transição: as briófitas (musgos) se separam dos outros grupos em razão da ausência de um sistema condutor de água, motivo pelo qual têm seu tamanho limitado a poucos centímetros.

As pteridófitas (samambaias) possuem vasos, mas ainda não produzem flores nem sementes, limitando sua dispersão.

As gimnospermas (pinheiros) possuem vasos, flores e sementes, mas não desenvolvem frutos para a proteção das sementes, reduzindo seu sucesso reprodutivo e dispersão se comparadas às angiospermas (com frutos).

E agora, você seria capaz de aprofundar a classificação das angiospermas?

Biologia