PUBLICIDADE
Topo

Biologia

Biologia -

Acidentes ecológicos graves ocorrem quando agentes contaminantes são lançados casualmente no ambiente em quantidades muito acima do que nos seria permitido chamar simplesmente de poluição.

Quando iniciamos o século 21, tínhamos a idéia de que os grandes acidentes ecológicos ficariam em uma página virada da história. Deixaríamos para trás as tristes memórias das grandes tragédias ecológicas do século 20, como o "smog" fotoquímico na Inglaterra e o derramamento de petróleo no Alaska.

O sonho de um ambiente saudável, com o risco de acidentes ecológicos minimizado no século 21, parece ainda estar longe de ser alcançado. Depois de o mundo assistir, em 2002, a uma tragédia de grandes proporções, com o derramamento de petróleo na costa da Espanha, neste ano foi o Brasil que ganhou as manchetes, com o rompimento de uma barragem que armazenava produtos tóxicos não tratados, provenientes das atividades de uma indústria de papel em Minas Gerais.

O desastre ecológico em Cataguases (MG) pode ser o maior do Brasil, já que o vazamento foi estimado em 1,2 bilhão de litros de produtos tóxicos, segundo fonte da Copasa --Companhia de Saneamento de Minas Gerais. A poluição atingiu o rio Pomba, em Minas, que, por sua vez, contaminou o Paraíba do Sul, no Rio de Janeiro, e prejudicou até a pesca no oceano Atlântico.

Ambientes lóticos (de água corrente, como é o caso dos rios) costumam ser mais fáceis de se "desintoxicarem" do que ambientes lênticos (de água parada, como é o caso das lagoas). No entanto, a extensão da poluição em rios pode prejudicar ecossistemas por uma longa faixa de terra.

Precisamos estar cientes de que existem leis para o tratamento dos efluentes industriais, já que represar a poluição não é uma solução ambiental.Ecolo

Biologia