Fuvest

Fuvest tem menor índice de abstenção dos últimos sete anos: 9,1%

Bruno Aragaki

Colaboração para o UOL, no Rio

  • Eduardo Anizelli/Folhapress

O vestibular da Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) deste domingo (26) --caminho para o ingresso na USP (Universidade de São Paulo)-- teve o menor índice de abstenção dos últimos sete anos: 9,1% entre os 137.581 candidatos inscritos.

Mas foram eliminados do processo seletivo da USP 12.566 candidatos que faltaram à primeira fase do vestibular 2018, aplicada neste domingo (26). O quantitativo representa 9,1% dos 137.581 inscritos no concurso, segundo a Fuvest.

A abstenção é a menor em sete anos, segundo a Fuvest - embora a variação seja pequena: em 2016, o índice foi de 9,2%; e em 2015, de 9,8%, por exemplo.

Para os demais candidatos, que fazem provas em 105 locais de prova em 33 cidades paulistas, o exame prossegue até as 18h. Durante as cinco horas de teste, os participantes devem responder 90 questões, sobre o conteúdo dos ensinos fundamental e médio.

Ao término do exame, o UOL publica a resolução comentada, em tempo real, feita por professores do curso e colégio Objetivo. O gabarito oficial está previsto para as 19h30, também publicado aqui no UOL

A prova da Fuvest seleciona alunos para as 8.402 vagas da USP. As vagas da Faculdade de Medicina da Santa Casa, este ano, deixaram de fazer parte do escopo do processo seletivo.

Outra novidade no vestibular 2018 foi a inclusão de cotas: 37% das vagas da USP estão reservadas para alunos da rede pública, incluindo lugares reservados para pretos, pardos e indígenas.

Segunda fase

A seleção prossegue em 7 de janeiro de 2018, quando começam as provas da segunda fase da Fuvest, aplicadas também nos dias 8 e 9.

Os convocados para essas provas - discursivas, em vez de testes - serão conhecidos em 18 de dezembro.
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos