Fuvest

Exceto em matemática, Fuvest trouxe prova mais fácil, dizem alunos

Bruno Aragaki

Colaboração para o UOL, no RIo

  • Joel Silva/Folhapress

O grau de dificuldade das questões da primeira fase da Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) surpreendeu candidatos ouvidos pelo UOL neste domingo (26). Com exceção dos testes de matemática, a prova que seleciona alunos para a USP (Universidade de São Paulo) foi considerada mais fácil, tanto na comparação com os anos anteriores, quanto em relação ao Enem.

"A Fuvest tem fama de ser o terror. Então esperava que, humanas e linguagens, principalmente, fossem mais difíceis", diz Mariana França, 17, candidata a uma vaga de medicina veterinária.

"Sempre ouço 'nossa, a Fuvest é concorrida', ou 'a Fuvest é difícil', então esperava uma prova mais complexa", afirma Victória Pantoja, 19, candidata a uma vaga de direito. "As questões eram específicas e diretas, o que facilitou", completa.

A avaliação é endossada por João Pedro Ferreira, 16, que viajou de Belo Horizonte a São Paulo para fazer a prova como treineiro e se surpreendeu com um teste "bem mais fácil do que o esperado". "Como ainda estou no segundo ano do ensino médio, não sabia alguns conteúdos de física, química e matemática. Porém, tirando essas, estava fácil. Geografia, por exemplo, estava muito mais fácil do que a Unicamp", diz Ferreira, que pretende se candidatar a uma vaga de direito no ano que vem.

Outros candidatos ponderaram a análise. Para Kirk Casassa, 20, que tenta uma vaga de medicina, "a prova estava mais fácil do que nos anos anteriores, mas em história, por exemplo, houve questões sobre assuntos pouco abordados em sala de aula. Perguntaram sobre a independência do Peru, por exemplo, e matemática estava difícil".

Também candidata a uma vaga de medicina, a carioca Izabella Caetano, 19, viajou a São Paulo para fazer a prova e concordou que "a parte de exatas estava num nível normal para a Fuvest", isto é, mais exigente. "Já humanas e linguagens estavam bem tranquilas. Esperava um nível de dificuldade muito além do que foi pedido, também pela 'fama' que o vestibular tem", diz.

Em 18 de dezembro, será divulgado o resultado da primeira fase e a lista de convocados para as provas discursivas, aplicadas em 7, 8 e 9 de janeiro de 2018.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos