Topo

Candidatos se surpreendem com questão sobre termos da internet na Unicamp

Denny Cesare/Código 19/Estadão Conteúdo
Candidatos aguardam a abertura dos portões para a prova da Unicamp Imagem: Denny Cesare/Código 19/Estadão Conteúdo

Bruno Aragaki

Colaboração para o UOL, de São Paulo

19/11/2017 19h47

Se o senso comum diz que o vestibulando deve priorizar os estudos, na prova da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) deste domingo (19), em ao menos uma questão, levou vantagem quem usa a internet para se divertir.

A primeira prova do vestibular trouxe frases como “Nem upei meu personagem de tanto problema no server” – bastante familiar para os adeptos dos jogos online.

“Foi uma prova muito criativa, com diversas referências ao universo dos jovens”, diz o coordenador do curso Etapa, Edmilson Motta. “A Unicamp costuma explorar referências variadas em seus exames”, analisa.

O professor de gramática do curso Poliedro, Guilherme dos Reis, explica que “upar, nesse contexto, é uma ação desenvolvida pelos participantes durante um jogo, o lolking”, explica.

Reprodução
O jogo "League of Legends" foi citado em uma questão da prova da Unicamp Imagem: Reprodução

A presença do termo lolking, aliás, também causou confusão entre os candidatos – muitos acreditaram ser uma referência a outra gíria da internet, o “lol”(laughing ou loud, ou, rindo muito alto, em tradução livre), e não ao jogo “League of Legends”.

“Mas não era necessário conhecer o jogo. A chave para responder a questão era entender o funcionamento dos mecanismos de formação de palavras e dos estrangeirismos”, diz a professora de inglês Elaine Perroni, do Curso e Colégio Objetivo –-responsável pelo gabarito extraoficial e correção online da prova, disponíveis no UOL.

Para a professora, a alternativa correta à questão é a D – justamente a que traz o termo “upar”.

"[A questão] me fez ficar mais tranquilo em relação à prova e foi relativamente fácil. Espero ter acertado", disse ao UOL o candidato Diego Braga, 17, que tenta uma vaga no curso de engenharia elétrica.

Pelo Twitter, diversos candidatos riram --usando as mais diversas maneiras-- da questão:

Abstenção

A organizadora do concurso, a Comvest, divulgou também o índice de abstenção à prova aplicada hoje (9,02%), maior do que a registrada nos últimos anos. No ano passado, 8,2% dos candidatos haviam faltado.

Os 7.557 candidatos que não fizeram a prova hoje estão automaticamente excluídos do processo seletivo, que visa preencher as 3.340 vagas nos 70 cursos de graduação da Unicamp.

O gabarito oficial da prova da Unicamp será divulgado pela Comvest na próxima quarta-feira (22). Em breve, o candidato poderá conferir suas respostas na correção online do UOL, que trará um gabarito extraoficial e resolução das questões preparados por professores do Curso e Colégio Objetivo.

O vestibular 2018 da Unicamp prosseguirá, para os candidatos mais bem classificados na prova de hoje, em 14 de janeiro, quando se iniciam as provas de segunda fase.

Mais Educação