Trote universitário

USP: Calouros de enfermagem faltam em trote solidário com doação de sangue

Eduardo Schiavoni

Colaboração para o UOL, em Ribeirão Preto (SP)

Pelo segundo ano consecutivo, a doação de sangue dos calouros do curso de enfermagem da USP (Universidade de São Paulo) em Ribeirão Preto não teve nenhum participante, embora os professores tenham liberado os 115 recém-ingressos na faculdade para participar da ação. A informação foi confirmada por alunos que estudam em Ribeirão e pelo próprio hemocentro.

A campanha, denominada "Aluno Sangue Bom", integra o chamado Trote Solidário, série de ações estimulada pela USP para acabar com o trote violento. A intenção do evento, que ocorreria na quinta-feira, era ajudar a repor o estoque de sangue do Hemocentro de Ribeirão Preto, que fica ao lado da própria USP. O estoque conta com menos de 50 bolsas de sangue, quando o ideal é ter ao menos 354. O caso mais crítico é O negativo, que tem 25 bolsas das 77 necessárias.

A ausência dos alunos ocorreu mesmo com ampla divulgação sobre o evento. Além de comunicados espalhados pela Faculdade de Enfermagem e da divulgação em atividades do próprio trote, uma notícia, produzida pela assessoria de imprensa da USP, foi veiculada no site da instituição e também divulgada pela imprensa da cidade. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos