Topo

Educação

Vestibular


Fuvest divulga concorrência do vestibular 2016

Do UOL, em São Paulo

10/11/2015 12h26

A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) divulgou na manhã desta terça (10) a concorrência dos cursos no vestibular 2016. 

Veja quais são as carreiras mais concorridas na Fuvest 2016*

  1. Medicina - Ribeirão Preto - 71,93
  2. Psicologia -  59,80
  3. Medicina -  58,75
  4. Relações Internacionais - 43,08
  5. Curso Superior do Audiovisual - 38,60
  6. Psicologia - Ribeirão Preto - 37,66
  7. Artes Cênicas - Bacharelado - 36,20
  8. Publicidade e Propaganda - 34,52
  9. Engenharia Civil - São Carlos - 33,63
  10. Jornalismo - 33,53
  11. Medicina Veterinária - 33,28
  12. Ciências Biomédicas - 31,15
  13. Arquitetura - São Carlos - 27,36
  14. Engenharia Aeronáutica - São Carlos - 26,30
  15. Design - 26,08
  16. Engenharia de Produção - Lorena -- 26,03

 

Este ano a Fuvest registrou mais de 142,6 mil inscritos. No ano passado, esse número foi de 141.888 inscrições, o menor desde a seleção de 2012.

No total, serão ofertadas 9.688 vagas: 9.568 para a USP e 120 para o curso de medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Além dessas, a USP oferece outras 1.489 vagas pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Os locais de prova da primeira fase serão divulgados dia 23 de novembro.

Vestibular 2016

A primeira fase do vestibular 2016 da Fuvest será em 29 de novembro. A segunda fase será realizada nos dias 10, 11 e 12 de janeiro de 2016. O resultado da primeira chamada será divulgado em 2 de fevereiro.

  • Divulgação dos locais de prova: 23 de novembro
  • Exame da primeira fase: 29 de novembro
  • Exames da segunda fase: 10, 11 e 12 de janeiro de 2016
  • Primeira chamada: 2 de fevereiro de 2016

A universidade aprovou no último dia 23 de junho a adesão ao Sisu como nova forma de ingresso aos cursos de graduação. Das 11.057 vagas oferecidas em 2016, 1.489 serão destinadas ao Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e 9.568 continuarão a ser selecionadas pela Fuvest.

Entre os cursos que terão parte das vagas destinadas a candidatos 'pretos, pardos e indígenas', que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas, estão bacharelado em sistemas de informação, licenciatura em ciências da natureza, educação física e saúde, gerontologia, obstetrícia, saúde pública, psicologia, têxtil e moda, lazer e turismo, gestão ambiental, gestão de políticas públicas, marketing e relações internacionais.

Das 42 unidades de ensino e pesquisa da USP, sete não disponibilizaram vagas para o Sisu. Além dessas, a ECA (Escola de Comunicações e Artes), a FAU (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo) e o IAU (Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos) não aderiram ao sistema, pois a seleção dos novos alunos dessas Unidades conta também com provas de habilidades específicas.

Os bônus do Inclusp (Programa de Inclusão Social da USP) continuarão a ser oferecidos a alunos oriundos de escolas públicas que se inscreverem na Fuvest. Os bônus do Inclusp podem chegar a 20%, conforme o grupo no qual o candidato se inserir, que incidem sobre a nota da primeira fase e a nota final do vestibular.

*Carreiras com relação candidato/vaga igual ou superior a 25 em 2016 (em ordem decrescente)

 
Conheça ex-alunos famosos que estudaram na USP
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
USP
Veja Álbum de fotos

Mais Vestibular