Vai prestar vestibular? Veja como planejar os estudos mês a mês

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

  • Arte UOL

Janeiro é tempo de descanso para muitos alunos, mas aqueles que vão fazer o terceiro ano do ensino médio este ano -- ou vão encarar o cursinho -- precisam se planejar. É importante aproveitar os últimos dias de janeiro para organizar a rotina de estudos do ano. 

Criar um cronograma, fazer uma pesquisa de cursinhos e avaliar o tempo que terá disponível para a preparação são as três "dicas essenciais" dadas por professores de cursinhos ouvidos pelo UOL. A organização antecipada ajuda o vestibulando a ter fôlego e ritmo para a maratona que vem pela frente.

Professora há mais de duas décadas, Vera Lúcia Antunes, coordenadora do Curso e Colégio Objetivo, repete o seguinte conselho: "É uma etapa de importante dedicação. Aprenda tudo que o tiver de aprender e acredite que você é capaz".

Pensando em ajudar você, internauta, a se planejar pedimos que três professores de cursinho ajudasse a montar um calendário de orientação mês a mês. As dicas que você vai ler logo abaixo são de Beatriz Sayuri Sato, coordenadora pedagógica do Cursinho da Poli - USP (Universidade de São Paulo) e Thales Trigo, coordenador do Anglo Tamandaré, além das contribuições de Antunes.

Janeiro: Organize-se consultando este calendário. Acompanhe também as listas de divulgação das listas de aprovados para entender essa parte do processo. Se já fez o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), entre no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e veja como é o funcionamento do sistema. E aproveite para descansar antes que a aulas comecem.

Fevereiro: Monte um cronograma de estudos (semana a semana) com base na dificuldade que tem em cada disciplina. Para isso, calcule o tempo que terá para se dedicar ao vestibular. Lembre-se de alternar matérias nas quais tem mais facilidade com aquelas para as quais precisa dar mais atenção. Se está pensando em fazer cursinho, esse mês é bom para pesquisar preço e qualidade, além de ser um período de concurso de bolsas. A maioria dos cursos pré-vestibulares começam suas aulas em março.

Já sabe que curso vai tentar? Comece a olhar universidades, olhando o tipo de curso que cada instituição oferece. 

Março: Começa a maratona para quem decidiu fazer um cursinho em paralelo ao 3º ano. Mesmo que não seja o seu caso, faça um investimento de tempo para revisar o conteúdo da aula. Como dizem os professores: "aula dada é aula estudada". A ideia é não acumular conteúdo para as futuras revisões. Outra rotina que pode ajudar -- e muito -- é ler editoriais de jornais e textos de atualidades tanto para se assimilar o jeito da dissertação argumentativa (redação) quanto para ficar por dentro do noticiário. Fique atento ao editais, as regras do vestibular de cada instituição, pois eles começam a ser publicados nesse mês -- assim, você pode começar a montar a agenda com as datas de inscrição, prova e resultados.

Os professores recomendam fazer uma redação por semana e, pelo menos, um simulado por quinzena até o fim do ano.

Abril: Mantenha o foco e o ritmo. E lembre-se da leitura dos jornais e do treino de redação. Pesquise vestibulares de meio de ano, que são uma boa oportunidade de treino para os dias de prova. Se não estiver fazendo exercícios físicos, pense em colocar algumas caminhadas na rotina para aliviar o estresse. Já tem CPF (Cadastro de Pessoa Física)? Se não tem, providencie porque vai precisar no próximo mês.

Maio: As inscrições para o Enem geralmente acontecem nesse mês. Fique atento ao prazo. Dicas de estudo? Continue com as revisões diárias, redações de treino e leitura de jornal. Verifique se o vestibular que você pretende prestar tem lista de livros obrigatórios -- e procure ler nas horas vagas.

Junho: Pare e pense um pouco como andam os estudos. Se achar que está rendendo pouco, fale com um professor ou coordenador para tentar outras estratégias. As provas dos vestibulares de inverno começam a ser aplicadas. Se você se inscreveu, boa prova e um bom treino.

Julho: Férias? Sim, quer dizer... Desligue por duas semanas, recomendam os professores. Nas outra metade do mês, avance nas leituras obrigatórias, pesquise o curso e a universidade que pretende e escreva umas redações e faça um simulado.

Agosto: É o mês em que a ansiedade começa a bater. Respire fundo e fique calmo, tudo vai dar certo se você vem estudando durante o ano. Se você "desandou" nos estudos e quer recuperar o tempo perdido, peça ajuda aos seus professores para montar um plano emergencial de estudos.

Fique esperto com as inscrições para os processos seletivos.

Setembro: Reforce o treino com simulados e provas anteriores, principalmente do Enem. Saber o estilo da prova ajuda a responder o Enem "de verdade" com mais tranquilidade. A sugestão dos professores é fazer uma prova do tipo dissertativa (como as de segunda fase) a cada três com testes de múltipla escolha (alternativas).  
  
Outubro: A palavra do mês é revisão: tentar aprender novos assuntos ou conteúdos muito específicos pode aumentar o nervosismo e diminuir o rendimento. Preste atenção nas datas dos vestibulares que você vai fazer  -- as provas devem começar em novembro.

Novembro: O treino para a primeira fase se intensifica, assim como os estudos (com provas anteriores) direcionados aos vestibulares de sua preferência. E tente recriar o ambiente da prova quando for refazer as avaliações de anos anteriores -- organize-se para ter o mesmo tempo que terá na prova "de verdade".

Dezembro: Nessa reta final, os professores recomendam a preparação para a segunda fase dos vestibulares: faça, pelo menos, duas redações por semana e se dedique às matérias que têm maior peso (específicas), conforme o curso escolhido. Tente aprender o conteúdo das questões que não conseguiu responder nos simulados. Dê uma respirada entre o Natal e o Ano Novo. Mas não largue de todo os livros.

É um ano de dedicação, que vai valer a pena. Boa sorte!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos