PUBLICIDADE
Topo

Conteúdos de Física desta semana valem para o ano todo

Página 3 Pedagogia & Comunicação

São Paulo

08/08/2011 09h00Atualizada em 15/03/2012 19h53

Deslocamento, velocidade e aceleração (escalar e vetorial) e movimento linear uniforme e uniformemente variado, em Física, são conteúdos que serão usados daqui para a frente em diferentes partes da disciplina, pois certamente haverá perguntas sobre esses temas no vestibular. Geralmente aparecem em questões sobre movimentos facilmente identificáveis no cotidiano, como o carro acelerando ou o trem que está parando na estação.

O que se recomenda desse modo é a atenção para os seguintes pontos: conceitos de referencial, velocidade e aceleração; características e equações do MRU e MRUV; gráficos do MRU e MRUV e equação de Torricelli. Dar um passo por vez e seguir um raciocínio lógico é a melhor forma de resolver questões dessa área. Para isso, seguir as seguintes orientações básicas pode fazer toda a diferença:

1. Adotar um referencial conveniente para a solução do problema.

2. Identificar as características de cada movimento.

3. Escrever as equações de cada movimento a partir do enunciado do problema ou a partir dos gráficos deles.

4. Saber identificar o tipo de movimento por meio da análise de seu gráfico.

Em Química, os conceitos de mol, massa molar, volume molar e quantidade de matéria são importantes nos vestibulares, além dos cálculos estequiométricos. Para a resolução de exercícios dessa matéria é conveniente levar em conta os seguintes pontos:

1. Quando for necessário, deve-se escrever a reação do processo devidamente balanceada.

2. Sempre estabelecer as proporções molares de cada uma das substâncias envolvidas na reação.

3. Avaliar as substâncias das quais são fornecidos dados e aquelas das quais se deseja obter valores de grandezas. Nem sempre todos os dados são úteis na resolução.

4. Relacionar o(s) dado(s) fornecido(s) das substâncias conhecidas com aquilo que se deseja obter da(s) substância (s) desconhecida(s).

5. Organizar a resolução deixando claro o processo de pensamento utilizado.

 

Modelagem com álgebra

A habilidade de resolver uma situação problema cuja modelagem envolve conhecimentos algébricos tem sido aferida com frequência nas provas de Matemática dos vestibulares e Enem dos últimos anos. Diante dessa constatação, os sistemas lineares se revelam uma boa oportunidade para exercitar esse tipo de modelagem.

O conteúdo de matemática desta semana inclui também matrizes e determinantes. A recomendação neste caso é que vale a pena saber operar com matrizes (principalmente a multiplicação dessas estruturas) e conhecer as propriedades dos determinantes, a fim de calculá-los com maior rapidez.

Para esses temas, a dica é identificar os dados explícitos, implícitos e as incógnitas envolvidas na situação problema. A resolução da questão será facilitada se houver clareza a respeito da pergunta que se deve responder. Estudar as questões dos vestibulares dos últimos anos também é conveniente.

 

Água preciosa

Em tempos de crescente preocupação com desenvolvimento sustentável, o conteúdo desta semana de Geografia se ancora nos continentes para entrar em detalhes sobre a água doce. Duas preocupações indispensáveis neste caso são o estudo das bacias fluviais brasileiras e dos lagos e águas subterrâneas, porque são muito úteis para responder a perguntas sobre a importância dos aquíferos.

 

Relações lógicas

Para finalizar as classes gramaticais invariáveis, o roteiro de Português da semana inclui conjunção e interjeição. O estudo das conjunções é importante para o entendimento das relações de sentido entre enunciados, assim como tem seu peso na hora de fazer a redação. Ou seja, é preciso perceber que as conjunções fazem a ligação entre as ideias assim como as relações lógicas que resultam dessas ligações.

A dica para as provas é observar com calma o que cada conjunção estabelece. É o caso, por exemplo, das transformações das orações coordenadas adversativas para as subordinadas concessivas, em que se pede que se mantenha o sentido. Coordenação e subordinação serão estudadas com mais profundidade em algumas semanas – mas não podemos esquecer que os conteúdos sempre estão interligados.

 

Nos holofotes

Base da vida e um dos principais assuntos do jornalismo científico são duas razões que já anunciam a importância da estrutura do DNA, código genético, síntese de proteínas, mutação gênica e a origem de novos alelos para as provas de Biologia. Assuntos como terapia genética, clones, determinação de paternidade e esclarecimento de crimes têm sido explorados pela mídia.

As perguntas mais frequentes sobre o assunto são a respeito da estrutura do DNA e como ele comanda a síntese de proteínas. Por tabela, o outro ácido nucleico, o RNA, também é muito lembrado.

 

Origens do capital

A compreensão dos primeiros elementos da formação do capitalismo lança luz sobre a Baixa Idade Média, em Historia geral, quando começa o desenvolvimento do comércio e o crescimento urbano, na Europa ocidental. O tema é extremamente importante nos vestibulares. É preciso entender como a crise feudal, que se resolve pela expansão do comércio, e a formação de uma nova classe, a burguesia, apontam para um momento de transição para o capitalismo.

Em História do Brasil, a mineração no período colonial tem relevância nos vestibulares e precisamos estar atentos para alguns elementos fundamentais: a geração de riqueza, a atividade como responsável por integrar as várias regiões do País, a interiorização do território e a transformação social, com mais vida urbana.

 

Ler e compreender

Chegando ao fim do segundo mês de nosso roteiro, acreditamos que é um bom momento para conferir o que já se conseguiu ler das obras obrigatórias para a prova de Literatura. Dos livros relacionados na lista de referência – Fuvest e Unicamp – passamos pelo Auto da Barca do Inferno e cobrimos as obras mais relevantes de cada movimento literário: Trovadorismo, Classicismo (“Os Lusíadas”), Período de Informação, Barroco e Arcadismo.

Como vimos até aqui, os principais exames têm deixado a perspectiva histórica para perguntar mais sobre os livros da lista. Mesmo assim, organizamos o roteiro com base nestes movimentos, como forma de sistematizar os estudos. Nesta semana, entretanto, deixamos o enfoque para a leitura dos livros obrigatórios, pois na próxima semana entraremos no Romantismo, período do qual temos material importante.