"Já são uma hora, e ele não chegou ainda?!"

Concordância

Atualizado em 28/01/2015, às 18h03

Por Dílson Catarino*:

"Já são uma hora, e ele não chegou ainda?!"

O fato de ele estar atrasado não justifica o erro de concordância. O verbo ser, quando indicar horas concordará com o numeral a que se refere. Claro está, então, que ficará no singular, ao indicar "uma hora", "meio-dia", meia-noite" ou "zero hora" e no plural nas demais horas do dia. Por exemplo, deveremos dizer "Já são 19h, mas o professor ainda não enviou o texto" e "Era meio-dia, quando Abiduílson chegou".

Essa regra também serve para o verbo ser, quando indicar distância: Por exemplo, "É um quilômetro daqui até a sua casa"; "São mais de quinhentos quilômetros de Londrina a São Paulo".

Já na indicação de datas, o verbo ser tanto poderá ficar no singular, quanto no plural, a não ser no primeiro dia do mês; neste caso, o verbo ficará no singular. Por exemplo: "É dezoito de abril" (= É dia dezoito de abril) ou "São dezoito de abril" (= São dezoito dias de abril); "É primeiro de maio" (= É dia primeiro de maio ou é o primeiro dia de maio).

A frase apresentada, portanto, está errada. Corrigindo-a, teremos o seguinte:

"Já é uma hora, e ele não chegou ainda?!"

*Professor de gramática da língua portuguesa, literatura e redação, desde 1980.

UOL Cursos Online

Todos os cursos