PUBLICIDADE
Topo

"Algumas fotografias não foram inseridas..."

Atualizada em 04/02/2015, às 13h13

Por Dílson Catarino*:

Algumas fotografias de candidatos a prefeito não foram inseridas na urna eletrônica.

Mais uma inadequação gramatical retirada de um grande jornal brasileiro. É muito fácil realizar esta coluna no UOL Vestibular, caro internauta. Basta-me ler alguns jornais semanalmente que tenho assunto para o mês todo. Vamos ao assunto de hoje: qual a inadequação cometida pelo jornalista? É o uso da palavra "inseridas".

Ocorre que existem alguns verbos na língua portuguesa denominados de abundantes. São verbos que possuem dois particípios: um, mais longo, terminado em "-ado" ou em "-ido", chamado de particípio regular, que somente deverá ser usado na voz ativa, ou seja, quando o sujeito praticar a ação verbal; outro, mais curto, com várias terminações, chamado de particípio irregular, que somente deverá ser usado na voz passiva ou como adjetivo.

Um exemplo fácil de verbo abundante é o verbo "entregar", já estudado por nós em uma coluna anterior. Na voz passiva, deveremos usar "entregue", e na voz ativa "entregado". Diremos, então, "ele tem entregado as encomendas" e "as encomendas são entregues por ele".

Mais exemplos? Então veja:

Imprimir: imprimido e impresso.

  • Ele tem imprimido muitos cartões.
  • Os cartões foram impressos por ele.

Eleger: elegido e eleito.

  • Nós temos elegido muitos corruptos.
  • Os corruptos foram eleitos por nós.

O verbo da frase inicial - "inserir" - é abundante, portanto possui dois particípios: inserido e inserto. Veja:

  • Ele tem inserido os nomes dos amigos.
  • Os nomes dos amigos foram insertos por ele.

A frase apresentada deve, então, ser assim reescrita:

Algumas fotografias de candidatos a prefeito não foram insertas na urna eletrônica.

*Professor de gramática da língua portuguesa, literatura e redação, desde 1980.