UOL Vestibular fotos

17/11/2009

Conheça as obras literárias da Fuvest 2010 e 2011

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Conheça as obras literárias da Fuvest 2010 e 2011
  • link: http://vestibular.uol.com.br/album/livros_fuvest_2010_album.jhtm
  • totalImagens: 9
  • fotoInicial: 3
  • imagePath: http://ve.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • mp3File:
  • mp3Text:
  • legendaPos:
  • timestamp: 20100520103022
Fotos
Vidas Secas
Acima, cenas do filme "Vidas Secas", de Nelson Pereira dos Santos, que procurou passar para o cinema o drama social e psicológico de Graciliano Ramos. O autor do livro retrata a vida precária de uma família de retirantes e concede características humanas à cachorra Baleia, por meio de uma linguagem sóbria e precisa Reprodução Mais
Iracema
O quadro do pintor português José Maria de Medeiros, que fixou residência no Brasil em 1865, retrata a personagem Iracema, do romance de mesmo nome escrito por José de Alencar. Com foco na história da índia tabajara que se apaixona pelo colonizador português e dele engravida, o escritor procurou narrar a própria fundação do Brasil Reprodução Mais
Antologia Poética
Chamado carinhosamente de "poetinha", Vinicius de Moraes deixou uma obra na qual o lirismo predomina, manifestando os anseios e as dores da experiência amorosa. Seu "Soneto da Separação", cujo manuscrito vê-se acima, pertence à fase em que o poeta faz experiências com vários tipos de versos, sempre marcados por um tom de confidência Reprodução e Folha Imagem Mais
Auto da Barca do Inferno
A representação do "Inferno" (parte do tríptico "O Jardim das Delícias") criada pelo pintor holandês Hieronymus Bosch retrata bem os terrores que povoavam o imaginário popular na época de Gil Vicente. Na obra "Auto da Barca do Inferno" o Diabo fala com personagens que precisam atravessar numa barca o rio da Morte Reprodução Mais
"Memórias de um Sargento de Milícias"
Durante o período em que permaneceu no Brasil (1819-1820), Henry Chamberlain colheu material para as gravuras que publicaria, um ano depois, em Londres. Na água-tinta acima, vemos uma cena típica da época retratada no bem-humorado romance "Memórias de um Sargento de Milícias", única obra de Manuel Antônio de Almeida Reprodução Mais
Dom Casmurro
Conhecido pelo humor sutil, pela ironia e pelo ceticismo, Machado de Assis também se revela, no romance "Dom Casmurro", um grande retratista da alma humana, apresentando ao leitor as causas ocultas de cada ato. O livro foi transformado pela Rede Globo na minissérie "Capitu" (foto), sob a direção de Luiz Fernando Carvalho Divulgação Mais
O Cortiço
Nem sempre realidade e ficção estão distantes. A foto acima, por exemplo, retrata um típico cortiço, do início do século 20, no Rio de Janeiro, local semelhante ao que Aluísio Azevedo descreve em seu romance "O Cortiço", em que o escritor, influenciado pelas teorias deterministas e mostrando-se partidário do pessimismo, faz severa crítica social Reprodução Mais
A Cidade e as Serras
Por seu agudo senso de observação, o escritor português Eça de Queirós (acima, na caricatura de Raphael Bordallo-Pinheiro e em foto de 1882) é, até hoje, considerado como o renovador da ficção de seu país. No romance póstumo "A Cidade e as Serras", Eça apresenta, apesar de certa ternura, sua afiada ironia e seu característico senso crítico Mais
Capitães da Areia
O escritor Jorge Amado retrata em seu sexto romance, "Capitães da Areia", a história de um grupo de meninos que, sob a liderança de Pedro Bala, vive de furtos e trapaças. Romance exagerado em emoção, o livro foi adaptado para o cinema (foto) por Cecília Amado, neta do escritor, que atuou na direção e também como roteirista Divulgação Mais

Últimos álbuns publicados

Hospedagem: UOL Host