Enem

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://vestibular.uol.com.br/album/2013/08/19/confira-dez-temas-importantes-de-historia-para-o-vestibular.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 7
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130819093454
    • História [52603]; Vestibular [29381]; Enem [9401];
Fotos

Antiguidade Clássica (Grécia e Roma): Os estudantes devem estudar os legados deixados pela Grécia e Roma Antiga para a sociedade ocidental. Segundo o professor Rogério Bonfá, da Oficina do Estudante, é fundamental saber sobre a democracia ateniense e conseguir falar relações com a democracia atual. "Já nos legados romanos, temos a noção de senado, coisa pública e as conquistas sociais, principalmente as plebeias. Foi também durante o Império Romano que surgiu o Cristianismo" Petros Giannakouris/AP Mais

Feudalismo: Era um modo de organização restrito à Europa ocidental. É necessário entender características econômicas, políticas e sociais, lembrando que era uma sociedade estamental, que tinha grande influência da Igreja Católica. Na foto, o quadro "O direito do Senhor", de Vasily Polenov, retrata um pobre ancião entregando suas jovens filhas ao despótico senhor feudal Wikimedia Commons Mais

Civilizações pré-colombianas: É importante saber como foi o impacto ocasionado pelos europeus nessas civilizações e qual foi a influência delas na cultura ocidental como um todo (a utilização da babata e do milho, por exemplo). "Vale observar o conceito de mita, tipo de trabalho compulsório na América espanhola, baseado na civilização inca", diz o professor da Oficina do Estudante Rogério Bonfá REUTERS/Enrique Castro-Mendivil Mais

Absolutismo: Dentro do chamado "Antigo Regime", o poder era concentrado nas mãos do rei, que comandava o Estado moderno europeu -- a França era o principal Estado absolutista da Idade Moderna. Frisar os teóricos absolutistas: Nicolau Maquiavel, Thomas Hobbes e Jacques Bossuet. Na foto, Maria Antonieta, rainha da França de 1774 a 1789, representada na foto pela atriz Kirsten Dunst (no filme "Maria Antonieta", de Sofia Coppola), que foi deposta pela Revolução Francesa e guilhotinada em 16 de outubro 1793, depois da execução de seu marido, Luís 16 Reprodução/"Maria Antonieta" Mais

Revolução Francesa: Representa a queda do absolutismo na França e na Europa. Oposição do terceiro estado francês, que é o povo em geral, em relação à crise social e política em um sistema no qual eles não tinham participação. Analisar a situação antes e depois da revolução e ideias iluministas. "Um fato importante é a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que atribui cidadania às pessoas, principalmente no momento que o Brasil está vivendo, com todas as manifestações populares", diz o professor da Oficina do Estudante Rogério Bonfá Reprodução Mais

Colonização mercantilista: Era a prática econômica do absolutismo. É importante para entender a lógica do Brasil colônia. Exclusivismo metropolitano ou pacto colonial. A escravidão do negro africano é produto desse processo Wikimedia Commons Mais

O UOL Educação preparou um guia de estudos focado no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e nos grandes vestibulares, como Fuvest, Unicamp e Unesp. Confira os temas que professores apontaram como os mais importantes da disciplina. Processo de independência do Brasil: Está inserido na crise do antigo sistema colonial, e dentro dela está justamente um rompimento com a política mercantilista. "O conflito de interesses entre a elite colonial e a elite metropolitana levou à independência, que teve caráter extremamente elitista, e não popular", lembra Rogério Bonfá, professor da Oficina do Estudante. Na foto, "Independência ou Morte", do pintor paraibano Pedro Américo Reprodução Mais

Segundo Reinado (1840-1889): Caracterizado pelo parlamentarismo às avessas (política) e pelo ciclo do café, no Vale do Paraíba e oeste paulista (economia). Houve ainda nesse período a introdução do trabalho imigrante, Guerra do Paraguai (1864-1870) e a abolição da escravatura (1888). Na foto, a Princesa Isabel com seu pai, D. Pedro 2º Reprodução Mais

Era Vargas: Getúlio chegou ao poder por meio de um golpe de Estado em 1930. Retornou no período denominado como Estado Novo (1937-1945). Há centralização do estado, estatização de grandes meios econômicos, e grande aceitação popular (populismo) Wikimedia Commons Mais

Ditadura militar: Conceituar o golpe de 1964, além de todo o aparelho repressivo da ditadura, os atos institucionais (principalmente AI-5), milagre econômico (durante governo Médici), surgimento do novo sindicalismo e movimento "Diretas Já" (1984) Manoel Pires/Folhapress Mais

Confira dez temas importantes de história para o vestibular

Mais álbuns de UOL Vestibular x

Últimos álbuns de Vestibular

UOL Cursos Online

Todos os cursos