UOL Vestibular Notícias
 

20/06/2011 - 07h00 / Atualizada 15/03/2012 - 16h33

Conjuntos e funções são destaque em matemática

Página 3 Pedagogia & Comunicação
Em São Paulo

À primeira vista, os conteúdos introdutórios das disciplinas podem parecer pouco importantes para quem inicia um programa de estudos. Há até quem os ache meio chatos. Mas eles fazem parte do programa dos vestibulares e não podemos deixá-los de lado. A boa notícia é que mesmo se tratando de temas nem sempre incluídos explicitamente nas questões das provas, são a base, entretanto, para a compreensão e resolução de outros problemas. Vamos pensar um pouco mais sobre isso?

A teoria dos conjuntos pode ser um bom exemplo do que estamos falando. Ela pode aparecer nos vestibulares nas questões que tratam de pesquisa de mercado. Eis um tipo de pergunta que podemos ter que responder: considere que 100 pessoas são entrevistadas sobre o consumo de dois produtos A e B; 60 respondem que consomem A, 50 respondem que consomem B e 10 respondem que não consomem nem A e nem B. Quantas pessoas consomem A e B? A resposta correta seria 20 e um caminho possível para a solução é usar o Diagrama de Venn para representar os conjuntos A e B.

Nessa mesma linha de raciocínio, não podemos deixar de lado também as operações entre conjuntos, como união, intersecção, diferença e complementar. Já no que diz respeito às funções, questões contextualizadas abordando receita total, lucro e custos também aparecem com frequência. Vamos a mais um exemplo? Imaginemos que uma empresa farmacêutica gaste C(m) reais para produzir m gramas de um remédio, sendo C(m) = 1000000-2m. Sabendo que o remédio é vendido por R$ 3,00 o grama, o que devemos fazer para encontrar o ponto de equilíbrio do remédio? Ou seja, o valor de m para o qual o valor de venda de m gramas iguala o seu custo.

Temos certeza que todo estudante aplicado logo responderia que basta igualar o custo com a receita, isto é, 1000000-2m = 3m, o que nos leva a m igual a 500000 g ou 500 kg. Como vimos, no estudo de funções devemos ficar bem atentos aos problemas que exigem interpretação, além de dominar aspectos conceituais como a definição de função, as funções compostas e inversas. Trata-se de um assunto bem relevante para o vestibular.

Assim como é relevante no estudo de funções entender a sentença e algumas propriedades características. É importante saber ler o gráfico; para cada x achar a imagem correspondente. Muitas das questões usam esse recurso, aplicado a uma determinada função.

Não é demais lembrar também que conjuntos e funções não costumam aparecer na prova do Enem, mas aparecem nos demais exames. É necessário, então, ir pegando ritmo de estudos, pois a aprendizagem não é um ato mecânico em que basta ler e resolver exercícios. Muitos processos psíquicos estão envolvidos.

 

Poucas chances

Da mesma forma como fizemos com Matemática, vamos abordar os conteúdos desta semana em Biologia e Português também de um ponto de vista introdutório. Em Biologia, estrutura e função das principais substâncias orgânicas e inorgânicas que compõem as células vivas podem não ser grandes apostas para o vestibular, por que geralmente não há um número significativo de questões a respeito. Mas de qualquer forma, mesmo em quantidade reduzida, são frequentes algumas questões envolvendo estrutura celular, comparações entre célula vegetal e animal ou entre células procarioentes e eucariontes.

Por outro lado, devemos estar atentos a questões sobre ácidos nucleicos e vitaminas. É importante saber suas funções, saber que os ácidos nucleicos possuem fosfato, açúcar e bases nitrogenadas, e que estas últimas codificam o código genético.

Já em Literatura, o trovadorismo é útil para assimilar outros conteúdos e pela tradição que manteve dentro da literatura brasileira. Com efeito, podemos constatar sua relevância ao perceber que aspectos da poesia popular presentes no romantismo, no modernismo e também no cordel advêm da sonoridade da poesia trovadoresca. Da mesma forma que mitos e tradições como o medievalismo são heranças da prosa desse período.

Neste ponto precisamos fazer uma ressalva e lembrar que apesar de esse tópico quase não aparecer nos exames vestibulares, tem grande importância no estabelecimento de uma literatura nacional.

Para dar os primeiros passos nas questões deGramática, o conteúdo da semana pega leve ao abordar ortografia e acentuação. Nunca é demais aqui revisar o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa e não podemos esquecer que o vigor da língua depende do conhecimento de suas regras. Nesse sentido, pontos de morfologia e sintaxe, embora sejam pouco solicitados em questões específicas, são fundamentais para o conhecimento da língua e para o domínio da comunicação escrita.

De fato, numa redação não se justificam incorreções ortográficas ou erros de concordância. Fazem mal para o ouvido do leitor. Linguagem excessivamente condensada, com abreviações e inovações, como é o caso das ocorrências na internet, restringe-se a um grupo de conhecedores, pode ser decodificada por esse grupo, mas raramente atinge amplitude. Portanto, escrever uma redação como se estivesse mandando um recado no Facebook para os amigos nem pensar!

 

Bases importantes

Em Física, o conteúdo da semana apresenta conceitos fundamentais para o entendimento de temas futuros. É certo que unidades, medidas e transformações são conhecimentos básicos, o que não impede entretanto que sempre sejam trabalhados nos exames da Fuvest e Unicamp. A dica fundamental neste caso é saber transformar a unidade de energia do cotidiano, que é o kWh, em J (joule), a unidade do Sistema Internacional.

Outro ponto básico e que não pode ser esquecido trata das forças de ação e reação compreendidas como uma das três Leis de Newton, tema frequentemente abordado em contextos diferentes no vestibular.

Já do ponto de vista da Química, o estudo de substâncias e misturas é fundamental para entender todo o resto da disciplina. E o vestibulando poderá se dar bem principalmente se estudar a separação dos componentes de uma mistura e as mudanças de estado da matéria. Estes tópicos são importantes também no estudo do ciclo da água, considerando que é um assunto frequentemente abordado no programa da Fuvest.

 

Atualidades

Fatos importantes do noticiário internacional podem influenciar as provas de Geografia. Notícias sobre terremotos, tsunamis e acontecimentos marcantes em certas datas devem merecer atenção no estudo desta matéria. Não dá para adivinhar quais os acontecimentos da atualidade serão selecionados para a prova, mas se estivermos atentos aos acontecimentos sempre encontraremos alguns indícios. Vamos pensar em algum exemplo? Perguntas sobre sistema solar e movimentos da Terra não são comuns no vestibular, porém se houver algum voo tripulado para o espaço que por algum motivo tenha sido muito comentado, a probabilidade de essas questões serem contempladas na prova deve aumentar.

Pensando na sequência dos estudos nesta matéria, a dinâmica interna terrestre é um tópico importante para a aquisição dos conceitos e vocabulário geográfico. Eles serão utilizados nos conteúdos da próxima semana, quando estudaremos sobre a teoria tectônica das placas (quando os fenômenos como terremotos, vulcões e tsunamis serão detalhados).

Para finalizar a programação da semana, estudaremos em História um daqueles temas que, apesar de constar nos programas, pouco são lembrados nas provas. Estamos falando da pré-história, tópico que na verdade tem mais possibilidade de surgir nas provas do Enem, com foco no Brasil.

Veja mais

Revisão de disciplinas

Temas importantes

Hospedagem: UOL Host